Cuidados a ter com os pneus do carro para evitar multas e penalizações

Cuidados a ter com os pneus do carro para evitar multas e penalizações

  10 Feb 2023

Os pneus são um dos componentes essenciais para que os veículos circulem com segurança nas vias rodoviárias e se há coima que custa aos automobilistas são aquelas que derivam do mau estado dos pneus ou de uma utilização irregular dos pneus indicados ao seu veículo. Por isso, é importante estar sempre atento para evitar dissabores. Fique com algumas dicas para não correr riscos de segurança e financeiros.

O preço a pagar pelos pneus não costuma ser meigo para a carteira dos automobilistas, sobretudo aqueles que optam por pneus novos quando é hora de trocar os ‘sapatos’ do veículo.

É certo que existem condutores que optam por pneus já usados mas em estado razoável de conservação, mas aí a garantia de eficácia no que toca à segurança não é tão vincada.

Assim, é essencial que circule com pneus em perfeito estado de condições para garantir a sua segurança e proteção mas também dos outros utentes das vias por onde circula.

Circule com pneus indicados pela marca

A primeira regra fundamental que você deve levar em conta é circular com os pneus indicados pela marca do veículo.

Antes de um automóvel sair para o mercado é submetido a testes de eficiência na rodagem e também nos gastos de combustível. Sim, é que um uso incorreto de pneus no veículo, poderá ‘pesar’ na fatura do combustível.

Desse modo, é importante circular sempre com os pneus indicados e testados pelas marcas para o modelo do seu veículo. Encontra essa informação no Documento Único Automóvel (DUA), antigamente conhecido por livrete.

Lá são mencionadas as características dos pneus que são indicados para o veículo garantindo segurança e performance.

Não altere medidas dos pneus sem pedir autorização

Porém, existem condutor que, pelas mais diferentes razões, gostam de trocar o modelo/tamanho de pneus. Nesse caso, não poderá apenas ir a uma oficina e trocar por um jogo de pneus maiores, mais largos, menores na dimensão ou com menor largura.

Para isso, terá de pedir uma autorização ao Instituto da Mobilidade e Transportes (IMT). Caberá a este organismo estatal determinar se poderá, ou não, fazer a substituição. Só quando recebe a informação do IMT de que pode fazê-lo, é que pode mesmo fazê-lo.

Não troque os pneus para uma gama de dimensão diferente daquela que está homologada para o seu veículo só por ter submetido um pedido ao IMT. Corre o risco de ser penalizado. Espere pela resposta e, em caso de validação, então faça a troca.

Atenção ao relevo dos pneus

Ao invés, não precisa de autorização alguma para trocar os pneus desde que coloque uns de igual dimensão.

É claro que a grande maioria dos condutores apenas o faz quando os pneus precisam de uma substituição. Quando estão ‘carecas’ ou a ficar, como é comum ouvir-se.

Como é recomendado que semanalmente veja o ar dos pneus devem os condutores também estarem atentos aos relevos dos pneus, pois eles dão indicações preciosas sobre o estado dos pneus.

Tem a direção alinhada?

Se o relevo dos pneus é essencial para que a segurança do veículo seja real, nem sempre o pneu se desgasta de forma uniforme. Isto, existem partes do pneu que ficam mais desgastadas do que outras, sobretudo quando se conduz com a direção desalinhada.

Teste o seu veículo em retas e verifique se ele vai em linha reta ou se sofre algum tipo de desvio. Se não for alinhado, então deve ir a uma oficina alinhar a direção e a calibragem.

Tenha a pressão certa nos pneus

Geralmente, os novos veículos têm sistemas que avisam os condutores quando a pressão nos quatro pneus, por exemplo, não está no que é indicado.

Mas nos carros mais antigos sem essa tecnologia, cabe ao condutor verificar a pressão de forma frequente. A indicação dos bars que deve adicionar a cada um dos pneus aparece indicada no veículo. Pode encontrar essa informação junto da tampa do combustível, por exemplo, ou nas portas em outros casos.

Cuidado com as válvulas dos pneus

Quando se tem em atenção os pneus dos veículos, os condutores devem também olhar para o estado das válvulas que permitem adicionar ou retirar ar.

Quando se trocam de pneus, por lógica, as oficinas costuma trocar as válvulas para manter a eficiência do veículo.

Sabe qual é o erro mais típico com pneus?

Um dos erros mais típico que os condutores cometem na troca dos pneus é na colocação de novos na parte frontal e de usar mais tempo os já existentes na parte traseira.

As grandes marcas de pneus a nível mundial não recomendam essa estratégia. No caso de veículos com quatro rodas, as melhores marcas de pneus recomendam que se coloquem pneus novos na parte traseira porque, defendem, é aí que o condutor não tem tanto controlo no veículo.

Pelo contrário, na parte frontal, as marcas de pneus mais reputadas a nível mundial consideram que o condutor consegue estar mais atento a pormenores com a parte frontal do veículo.

Agora que já ficou a conhecer algumas das dicas mais importantes para que circule em segura com pneus em perfeito estado de condições, não deixe arrastar o mau estado dos ‘sapatos’ do veículo.

Proteja e preserve a sua segura e a dos outros utentes das vias por onde circula.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Would you like to receive notifications on latest updates? No Yes